sábado, 13 de junho de 2015

BOPÃO DELÍCIA

Eu ia escrever sobre bolinhas de quinoa e polvilho (ou sobre o facto de ser muito mais porreiro usar cosméticos que não foram testados em animais), mas depois deu-me para experimentar o psyllium husk powder que comprei no feriado e saiu-me esta delícia. A sério, isto, que é um híbrido entre pão e bolo (bopão?), é capaz de ter sido a melhor coisa que fiz nos últimos meses (ia escrever anos, mas seria um exagero).
O mote foi dar destino a uma série de pacotes já abertos que estavam a ocupar o armário da cozinha e o frigorífico. E fazer a primeira experiência com o psyllium husk powder (basicamente uma fibra que funciona como cola em preparações sem farinha de trigo). O bopão foi aprovadíssimo aqui em casa e amanhã segue para outras bocas para novos veredictos.


Não é excessivamente doce - tem quantidades modestas de tâmaras e de açúcar de coco - e a textura ficou no ponto: frutos secos e flocos de aveia são sempre uma boa combinação. Se me desse para produzir alguma coisa era nisto que apostava. Não necessariamente neste formato (acho que em quadradinhos seria o ideal). Não parti de nenhuma receita já existente. Mas tive o cuidado de anotar as quantidades de todos os ingredientes que usei. Coisa rara.


Serviu, também, para experimentar o primeiro leite de arroz que fiz ontem. Tinha estado a pesquisar sobre receitas caseiras de leite de arroz e acabei por improvisar um pouco. Usei arroz biológico virgem da Herdade do Carvalhoso numa proporção de uma chávena para quatro de água. Cozi em lume baixo com uma pitada de sal. Depois da água ser toda absorvida triturei com água mineral na Bimby (um copo misturador serve perfeitamente). Coei e guardei em garrafas no frigorífico. Aproveitei e fiz também um batido de morango e banana com chia e pólen. Porque aqui em casa ninguém come sardinhas :)

6 comentários:

  1. Sempre a aprender por aqui! :)
    Isso vende-se onde, no Celeiro?
    E o leite de arroz depois de feito dura quanto tempo no frigorífico?
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Olá :)
    Sim, vende-se no Celeiro. A norma da HACCP para a preservação de comida no frigorífico são 3 dias. Mais do que isso não é aconselhável. E também há que ter noção que fazer estes leites vegetais nas nossas cozinhas não é exactamente a mesma coisa que produzi-los em ambientes controlados. Eu bem posso lavar muito bem as mãos e desinfectá-las, mas quando chega a altura de espremer o saquinho de musseline com o leite lá dentro, há para ali muita bactéria aos pulos :)
    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  3. ~~~
    ~~ Parece delicioso, Ni.

    ~~ Hei de experimentar.

    ~~~~~~ Beijinho.~~~~~~
    ~ ~ ~

    ResponderEliminar
  4. Olá Daniela,

    Já não vinha aqui há tanto tempo!! Que maravilha de receita. Na minha decisão em querer mudar um pouco a minha alimentação vou experimentar fazer. Espero que estejam bem! Um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Mariana!
      Eu também já não vinha aqui há um bom tempo! E ainda nem escolhi as fotografias para o álbum :)
      Beijinho

      Eliminar

Acerca de mim

A minha foto
Sou uma antropóloga que só pensa em comida...
Instagram

Seguidores