sábado, 2 de julho de 2011

MUSEU DE ARTE POPULAR - IMAGENS DE PEROGUARDA

Hoje recebi um mail de um leitor deste blogue a propósito deste post sobre Vila Chã. O Paulo publicou a fotografia do referido post no Facebook e alguém conseguiu identificar a rapariga da imagem. Outra das fotografias de Vila Chã, que eu já aqui tinha publicado, deu também origem à identificação das suas protagonistas.

O mail que o Paulo me enviou só  vem reforçar a minha convicção que o património é para se partilhar. Que quando essa partilha é feita todos beneficiamos, a começar pelas instituições responsáveis por esse mesmo património.

A coleção de fotografias do MAP constitui um desses casos. Passou anos e anos a degradar-se num museu negligenciado (a começar pela negligência científica dos seus responsáveis e eu sei do que falo porque há 15 anos estagiei neste museu) e hoje aguarda ser devidamente estudada e exposta.

Uma estratégia tão simples como esta, que é a de publicar as imagens na blogosfera, não substitui uma investigação séria sobre a coleção. Mas já permitiu reunir mais informação do que anos e anos de inércia.

Há, na coleção de fotografias do MAP, imagens que me deixam absolutamente fascinada. Tenho resistido a publicar algumas delas porque não tenho qualquer indicação sobre as mesmas. Admitindo que essa contenção resulta da minha formação e experiência académicas,  que me faz optar por garantir um  nível confortável de certezas antes de falar das coisas (ou mostrá-las, como é o caso), o mail que o Paulo me enviou, mostrou-me que outros caminhos podem ser seguidos.

As três imagens que hoje publico, também pertencentes à coleção do MAP, são, com um nível de certeza bastante alto, da aldeia de Peroguarda, outra das aldeias finalistas do Concurso da aldeia mais portuguesa de Portugal.

Não será necessário dizer que qualquer informação sobre as pessoas que aparecem retratadas nas imagens é bem vinda, pois não? :)



4 comentários:

  1. O retrato é belíssimo! Um ramo de espiga na orla do chapéu de azeitoneira, a posição do lenço. Rico património e bem haja por partilhar. Sabe o nome do autor destas fotografias?

    ResponderEliminar
  2. Olá Diane

    Como já referi aqui a propósito de outros posts sobre esta coleção de fotografias do MAP, parte das imagens são fotogramas do filme relativo ao concurso A Aldeia mais portuguesa de Portugal, realizado por António de Menezes em 1938. Ou, podem também ser fotogramas de passagens que depois não foram aproveitadas na montagem final. Uma terceira hipótese é a de que a equipa que fez as filmagens também possa ter produzido fotografias (ou terem sido acompanhados por fotógrafos responsáveis por estas imagens).
    É uma coleção com cerca de 140 imagens, cada uma mais fascinante do que a outra :)

    ResponderEliminar
  3. Começo por agradecer a divulgação destas imagens que são para nós filhos de Peroguarda uma verdadeira relíquia. Residem aqui ainda alguns familiares que reconheceram a senhora da foto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria José, eu é que agradeço as suas palavras!

      Eliminar

Acerca de mim

A minha foto
Sou uma antropóloga que só pensa em comida...
Instagram

Seguidores

Arquivo do blogue