quarta-feira, 31 de agosto de 2011

FESTIVAL DO CASTANHO

Estou, definitivamente, viciada no terreno. Neste terreno.  As duas últimas semanas foram, contudo, mais sossegadas. E trouxeram com elas uma certa frustração. Porque os informantes estavam ocupados com as visitas das famílias que chegam em agosto, pelos trabalhos agrícolas que, nesta altura, são mais intensos e por outros compromissos que, entretanto, surgiram no âmbito deste projeto.
A próxima semana, no entanto, está já recheada de entrevistas, visitas e filmagens. Ainda bem. Já sentia falta :)
Hoje, também me confortou rever o sr. Manuel Chaves. Sobretudo ver-lhe o sorriso nos olhos quando combinámos, em princípio para sexta-feira, a primeira aula para eu aprender a fazer xailes de micro-pompons. Pena não ter sido possível começar já hoje...

Deixo, a quem me visita, fragmentos de algumas das peças que estão em exposição no Ecomuseu a propósito do Festival do Castanho.

(7 guerreiros galaicos - Xaime Piñeiro)


(O trono da formiga - João Costa Gomes)


(Peça coletiva da Oficina de Cerâmica realizada no decurso do Festival)


(Brow bird try fly - Christina Kalberlah)

9 comentários:

  1. não escrevas xailes de micro-pompons outra vez, senão eu meto-me na próxima camioneta!

    ResponderEliminar
  2. Quando escreves "xailes", lembro-me da minha avó, transmontana. O teu blog está muito giro, faz-me ver o quanto sou ignorante quanto à cultura portuguesa. Mas trazem-me um pouco de consolo, permitem que eu viaje um pouco aqui no exílio.
    Bjs,

    ResponderEliminar
  3. Rosa:
    Xailes de micro-pompons, xailes de micro-pompons, xailes de micro-pompons, xailes de micro-pompons :)
    Ainda não consegui agendar a aula! Grrrr! Mas da próxima semana não passará!

    Dani
    Gosto de te ver por cá :) Tu não és ignorante. Ignorantes são aqueles que nunca estão disposto a aprender. Tenho uma fixação por xailes, ponchos, capas. Desde miúda. Só não ando de capuchinho vermelho porque já tenho 41 anos.

    ResponderEliminar
  4. pronto, vou estudar as carreiras para Montalegre!

    ResponderEliminar


  5. Gostava de entrar em contacto com Christina KALBERLAH por causa de um quadro que vi.
    Se alguem me puder ajudar informando o seu email ou numero de telefone, apreciava muito.
    O meu nome é Luís Cunha, o meu email é luisscunha@netcabo.pt e o meu numero de telefone é 937894106.
    Agradeço antecipadamente.
    Cumprimentos.

    Luís Cunha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luís. Esta publicação tem 5 anos e eu não trabalho no Ecomuseu de Barroso. O que lhe sugiro é entrar em contacto com a sede do Ecomuseu, na Vila de Montalegre, ou através dos contactos disponibilizados no site (http://ecomuseu.org/index/) ou via facebook (https://www.facebook.com/ecomuseu/?fref=ts). Na altura, era a Luísa a responsável pela organização do Festival do Castanho (https://www.facebook.com/luisacatarina.saraivaqueiros). Creio que é melhor forma de conseguir o contacto da artista em questão :)

      Eliminar
  6. Ni, não sei se recebeu a minha anterior mensagem de agradecimento. Se não, aqui vai outra mensagem de muito obrigado.
    Até sempre.

    Luís Cunha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Luís. Recebi, sim! Muito obrigada; espero que já tenha conseguido contactar a artista!
      Cumprimentos, Daniela

      Eliminar

Acerca de mim

A minha foto
Sou uma antropóloga que só pensa em comida...
Instagram

Seguidores

Arquivo do blogue